Base de Dados

Vasta e segmentada, a investigação paleontológica em Portugal conta com séculos de publicações científicas e descobertas de novos organismos para a ciência. Enquanto estudantes e investigadores nesta área, considerámos necessária a criação de uma base de dados que reunisse toda a informação sobre a diversidade paleontológica descoberta no nosso país. Desta necessidade, a 19 de Maio de 2021, surgiu a base de dados Paleontologia Portugal, um projecto assente numa complexa análise bibliográfica com vista à recolha de dados relativos ao material fóssil descoberto em Portugal. Um trabalho coordenado por Pedro Fialho, com a colaboração de Gonçalo Silvério, Bruno Costa e Ruben Vicente.

Com a fundação da SPdP Sociedade Portuguesa de Paleontologia a 14 de Julho de 2021, passou a fazer sentido um trabalho próximo entre o projecto e a recém-criada entidade. A 23 de Setembro do mesmo ano decidiu-se que a melhor forma de crescer seria unidos, celebrando-se, assim, a integração da base de dados Paleontologia Portugal na SPdP.

Com um novo formato, a equipa continuará a pesquisar, reunir, organizar e divulgar as listagens de identificações específicas (espécies) e supraespecíficas (géneros, famílias, ordens...) da diversidade fóssil de jazidas portuguesas. Nesta base de dados serão incluídos dados como: as ocorrências geográficas e geocronológicas, quantidade de material estudado, depósitos das colecções, entre outros.

A Equipa

Pedro Fialho
(Coordenador)
Biólogo | Paleontólogo
Doutorando em Biologia, Universidade de Évora

Gonçalo Silvério
Geólogo | Paleontólogo
Doutorando em Ciências da Terra e do Espaço, Universidade de Évora

Bruno Costa
Biólogo
Mestrando em Paleontologia, UÉvora & UNL

Ruben Vicente
Análise e Visualização Espacial de Dados
Licenciando em Geologia, Universidade de Évora

Os Colaboradores

Agradecemos a colaboração neste trabalho, na forma de uma contribuição pontual para a lista de referências em análise, pelo sócio Afonso Barrocal.

Colabora com a nossa equipa! Participa do programa de voluntariado da SPdP:

A SPdP Sociedade Portuguesa de Paleontologia disponibiliza um programa de voluntariado à distância, nesta base de dados, para os seus sócios [Associa-te aqui!] com atribuição de certificado para currículo.

As tarefas dos voluntários incluem:

  • pesquisa bibliográfica;

  • análise de publicações científicas.

Para qualquer questão, por favor contactar: spdpaleo@gmail.com.

Os Dados

Participações em Congressos:

Actualizações da base de dados:

A Plataforma [em construção]

Enquanto se processa a construção da plataforma de acesso, convidamo-vos a visitar o projecto no ResearchGate e a ler as publicações científicas já analisadas e cujos dados integram a versão actual.

Devido à ausência de algumas publicações nesta rede académica, divulgamos na listagem em baixo as referências dos trabalhos omissos do projecto no ResearchGate:

Antunes, M. T. (2000). Miocene Mammals from Lisbon and geologic age. A showcase for Marine-continental correlations. Ciências da Terra (UNL), 14, 343-348.

Antunes, M. T., & Mein, P. (2012). A new Lower Miocene small mammals site at the cloister of the Lisbon Academy of sciences and mammalian immigration into westernmost Europe. Revista de la Sociedad Geológica de España, 25(3-4), 209-217.

Boogaard, M. van den (1972). Conodont faunas from Portugal and southwestern Spain. Part 1. A Middle Devonian fauna from near Montemor-o-Novo. Scripta Geologica, 13, 1-11.

Delcey, R. (1970). Notes sur la stratigraphie et le volcanisme de la province Pyrito-Cuprifère du Baixo-Alentejo (Portugal). Estudos, Notas e Trabalhos do Serviço de Fomento Mineiro, 19(3-4), 199-225.

Fantinet, D., Dreesen, R., Dusar, M., & Termier, G. (1976). Faunes famenniennes de certains horizons calcaires dans la formation quartzitophylladique aux environs de Mértola (Portugal méridional). Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, 60, 121-137.

Gaudant, M. (1978b). Contribution à l’étude anatomique et systématique de l’ichthyofaune cénomanienne du Portugal. Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, 63, 105-149.

Laurentiaux, D., & Teixeira, C. (1950). Novos Blatídeos fósseis das bacias de Valongo (Portugal) e de Saint-Eloy-les-Mines (França). Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, XXXI, 299-308.

Liao, J. -C., Silvério, G., Valenzuela-Ríos, J. I., Machado, G., Moreira, N., & Barreto, P. (2018). Hunting for Eifelian (Middle Devonian) conodonts in the Pedreira da Engenharia Formation (Ossa-Morena Zone, Portugal). Abstract book of the 5th International Paleontological Congress, 830.

Mouterde, R., Rocha, R. B., & Ruget, Ch. (1978). Stratigraphie et faune du Lias et de la base du Dogger au Nord du Mondego (Quiaios et Brenha). Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, LXIII, 83-104.

Zbyszewski, G. (1949). Les vertébrés du Burdigalien superieur de Lisbonne. Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, 1-77.

Zbyszewski, G., & Moitinho de Almeida, F. (1950). Os Peixes Miocénicos Portugueses. Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, 31, 309-412.